A Polícia Judiciária (PJ) garantiu, nesta quinta-feira, ter desmantelado, após quatro detenções, um gangue associado a 19 assaltos em agências bancárias, estações de CTT e lojas da Área Metropolitana do Porto.

A quarta detenção, agora anunciada, é a de um homem de 39 anos, sem atividade profissional, residente em Vila Nova de Gaia, que um juiz de instrução criminal já colocou em prisão preventiva.

Os restantes três alegados membros do grupo criminoso foram detidos entre setembro e o mês corrente, “permitindo a completa desarticulação do grupo”, segundo a PJ, que trabalha neste caso em articulação com o Departamento de Investigação e Ação Penal de Gondomar.

A polícia relata que o gangue atuou entre julho e setembro, período durante consumou 19 roubos, sendo sete em postos dos CTT, dois em agências bancárias e 10 em estabelecimentos comerciais, nove dos quais farmácias.

Roubou “dezenas de milhares de euros”, indica a PJ, sem detalhar.

Acrescenta que para a execução dos crimes de roubo, “recorria sempre a dois dos membros integrantes, não existindo situações em que o número de autores fosse superior”.

/ CM