Quatro homens com idades entre 45 e 54 anos, três com antecedentes criminais relacionados com tráfico de drogas, foram detidos pela PJ da Guarda como alegados membros de uma rede envolvida em crimes idênticos, foi este sábado anunciado.

Em comunicado, a Direção Nacional da Polícia Judiciária informa que foi realizada uma investigação, desde finais de 2019, "que permitiu a recolha de fortes indícios do desenvolvimento da atividade ilícita de tráfico de estupefacientes" pelos detidos, um mecânico e os restantes sem ocupação profissional.

Tratava-se de "um grupo, devidamente articulado, que atuava na zona da Cova da Beira" e cujos membros foram detidos esta semana, tendo a PJ, através do Departamento de Investigação Criminal da Guarda, procedido à apreensão de produto estupefaciente (250 doses de heroína), balanças de precisão e equipamentos de comunicações móveis, no âmbito de sete buscas efetuadas.

Submetidos a um primeiro interrogatório judicial, dois detidos ficaram sujeitos à medida de coação de prisão preventiva e um à obrigação de apresentações semanais à autoridade policial e proibição de contactar os restantes arguidos.

/ CE