A Polícia Judiciária (PJ) anunciou esta sexta-feira a detenção de uma mulher de 33 anos “fortemente indiciada” por três crimes de incêndio urbano ocorridos na Póvoa de Varzim, distrito do Porto, em abril e maio.

A detenção, feita pela diretoria do Norte da PJ, ocorreu no âmbito de um inquérito onde se investiga o crime de incêndio urbano, deflagrado no dia 9 de abril, numa habitação da Póvoa de Varzim, que pôs em perigo vidas humanas”, explica a PJ em comunicado.

De acordo com aquela força policial, a mulher está ainda “fortemente indiciada da prática de mais dois crimes de incêndio urbano, ateados nos dias 24 e 28 de maio”.

A mulher desempregada, de 33 anos, é suspeita da “autoria de três crimes de incêndio urbano consumados”.