Um homem foi encontrado morto perto de uma estrada, entre os concelhos de Boticas e Chaves, disse esta quarta-feira fonte da GNR que adiantou que a Polícia Judiciária (PJ) foi chamada para investigar a ocorrência.

A fonte referiu que se suspeita que o corpo possa ser de um homem que foi dado como desaparecido a 16 de setembro, na aldeia de Ardãos, no concelho de Boticas, no entanto ressalvou que a investigação passou para a alçada da Polícia Judiciária de Vila Real.

Disse ainda que a GNR foi alertada por um pastor no sábado, ao final da tarde, para um crânio que terá sido encontrado por um cão.

O comandante dos bombeiros de Boticas, Carlos Gomes, referiu que a corporação foi chamada para ajudar nas buscas pelo corpo do homem, que veio a ser encontrado pelos voluntários, no domingo à tarde, “já em elevado estado de decomposição”.

Segundo as fontes, o corpo foi encontrado nas proximidades da estrada municipal que liga Ardãos à aldeia de Seara Velha, no concelho de Chaves.

Nesta operação participaram 23 bombeiros de Boticas e Chaves e elementos da PJ.

O cadáver foi transportado para o Instituto de Medicina Legal de Vila Real para ser sujeito a autópsia, a qual poderá determinar se se tratou de um crime ou se o corpo foi separado por animais.

Em setembro, os familiares de um homem de 61 anos deram o alerta para o seu desaparecimento, tendo a GNR e os bombeiros de Boticas procedido a buscas pela localidade e nas suas imediações.

Como não foram encontrados indícios do indivíduo, as buscas foram suspensas no dia 20 de setembro.