Um homem, de 46 anos, solteiro e técnico de radiologia hospitalar, foi detido por suspeita da prática de pelo menos 51 crimes de pornografia de menores agravado, segundo informação divulgada esta segunda-feira pelo Ministério Público.

Segundo a Procuradoria-Geral Distrital de Lisboa, o arguido, desde data pelo menos anterior a novembro de 2014, que “acede, na ‘darknet’, através da rede TOR, a ‘sites/fóruns’ que se destinam a divulgar/partilhar ficheiros contendo imagens de menores com idades de 13 e 14 anos e também de idades inferiores, nomeadamente de seis e sete anos, do sexo masculino, desnudados a praticarem atos sexuais com adultos e entre eles.

Após interrogatório judicial, o arguido ficou em prisão preventiva.

O inquérito foi dirigido pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa, com a coadjuvação da Polícia Judiciária.