Um homem de 22 anos foi detido pela Polícia Judiciária (PJ) por ser suspeito de atear um incêndio na terça-feira, tendo ficado em prisão preventiva, anunciou esta segunda-feira a Polícia Judiciária de Leiria.

Em comunicado, a PJ refere que o presumível autor do crime foi detido depois de terem sido "recolhidos importantes elementos de prova".

O suspeito, "atuando num quadro depressivo, sem justificação plausível, usando um isqueiro, ateou o incêndio numa zona de mato e eucaliptos", pode ler-se na mesma nota, que acrescenta que, das diligências desenvolvidas, "veio a apurar-se ser também o autor de mais dois incêndios florestais, ocorridos na mesma zona", nos dias 06 e 12 de julho" deste ano.

O detido, empregado de restauração, foi presente às autoridades judiciárias no Tribunal de Santarém, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva em hospital prisional.