Um homem suspeito do homicídio do padrasto em Ferreira do Zêzere ficou em prisão preventiva depois de ter sido detido em flagrante delito pela GNR daquele concelho do distrito de Santarém, anunciou este sábado a Polícia Judiciária.

Numa nota de imprensa, a PJ informa que na sequência do crime, ocorrido na sexta-feira, “recolheu prova relativa às circunstâncias em que o referido homicídio ocorreu” através do Departamento de Investigação Criminal de Leiria.

Após ter sido presente às autoridades judiciárias competentes foi aplicada ao arguido a medida de coação mais gravosa, a prisão preventiva, refere a PJ.

Segundo aquele órgão de polícia criminal, a vítima mortal é um homem de 73 anos.

O arguido é um homem de 42 anos, desempregado, residente no concelho de Loures (distrito de Lisboa), que alegadamente terá cometido o crime com recurso a uma arma branca.

O suspeito terá abandonado depois o local, levando o seu filho, com cerca de um ano de idade, que se encontrava à guarda dos avós.

/ SS