Três pessoas foram detidas no fim de semana no aeroporto de Lisboa por suspeitas da prática do crime de tráfico ilícito de estupefacientes, tendo sido também apreendida elevada quantidade de cocaína, divulgou a Polícia Judiciária (PJ).

Em comunicado, a PJ adianta que a Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes, em colaboração com os serviços da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) no Aeroporto de Lisboa, deteve três cidadãos estrangeiros com idades compreendidas entre os 21 e os 36 anos.

“As primeiras duas detenções ocorreram após a deteção, por parte da AT, de dois dos indivíduos que haviam chegado ao Aeroporto Internacional de Lisboa provenientes de um país da América Latina que transportavam elevada quantidade de cocaína dissimulada em fundos falsos de duas malas de viagem”, é referido.

Segundo a PJ, depois, e na sequência de diligências de investigação desenvolvidas por várias equipas da Polícia Judiciária, foi possível identificar e deter o destinatário da cocaína, sendo que em busca que foi efetuada à respetiva residência seriam ainda localizados e apreendidos outros tipos de estupefacientes, designadamente haxixe e MDMA (ecstasy).

“A cocaína apreendida apresentava um elevado grau de pureza, sendo suficiente para a composição de pelo menos 200.000 doses individuais caso chegasse aos circuitos ilícitos de distribuição”, indica a PJ.

Na nota é ainda referido que os três detidos foram presentes a primeiro interrogatório judicial de arguido detido perante a autoridade judiciária competente, tendo-lhes sido aplicada a medida de coação mais gravosa, a prisão preventiva.

A investigação prossegue a cargo da Polícia Judiciária.

/ AM