A Polícia Judiciária (PJ) de Aveiro deteve esta quinta-feiraum homem de 40 anos suspeito de no dia 1 de maio ter ateado um incêndio nuns anexos onde vivia, no concelho de Anadia, informou aquele órgão de polícia criminal.

Em comunicado, a PJ esclarece que o indivíduo que foi detido no cumprimento de mandados de detenção emitidos pelo Ministério Público de Anadia, está "fortemente" indiciado pela prática do crime de incêndio.

De acordo com a investigação, o arguido terá agido num quadro de várias dependências, incendiando os anexos onde vivia e junto aos quais se encontravam animais, vindo um deles a morrer, bem como diverso material agrícola que ficou totalmente destruído.

Ainda segundo a PJ, o suspeito terá também ateado outros focos de incêndio na zona circundante, mas que se auto extinguiram.

"O incêndio, apesar da proximidade de várias habitações e da grande mancha florestal e agrícola aí existente não teve consequências de maior, devido à sua deteção por um popular que o conseguiu extinguir", refere a mesma nota.

/ HCL