A Polícia de Segurança Pública (PSP) vai ter a partir de hoje perto de 400 novos agentes, que vão ser colocados nos vários comandos da força policial no país.

Dos 397 novos polícias que hoje terminam o curso de formação de agentes, 387 vão reforçar os vários comandos da Polícia a nível nacional em período experimental durante um ano, e os restantes dez vão ser colocados na Banda de Música da PSP.

Além do curso de formação de agentes, decorreu também na Escola Prática de Polícia, em Torres Novas, distrito de Santarém, o primeiro curso de formação de agentes para a banda de música da PSP.

Os dois cursos tiveram início a 02 de janeiro e foram admitidos 401 alunos, tendo terminado com aproveitamento 397, 62 dos quais mulheres e 335 homens.

Os novos polícias têm uma média de idades de 25 anos.

O curso de formação de agentes teve uma carga horária de 1.180 horas (cerca de nove meses), destacando-se as 530 horas de formação teórica divididas por disciplinas, 450 horas de formação por competências e 150 horas de estágio prático nos diversos comandos da PSP.

A Escola Prática de Polícia já formou 29.697 polícias desde 1977.

Este ano está igualmente a decorrer o terceiro Curso de Formação de Chefes, com 200 formandos, que teve o seu início a 05 de novembro e termina em setembro de 2019.

Atualmente, a PSP conta com um efetivo policial de cerca de 20.100 elementos.

A cerimónia de encerramento do curso de formação de agentes da Polícia de Segurança Pública é presidida pelo ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita.