Dois homens, de 24 e 55 anos, com antecedentes por vários crimes, ficaram em prisão preventiva por suspeita de furto de uma retroescavadora, na segunda-feira, em Ponte de Lima, informou esta terça-feira a GNR.

Em comunicado, o Comando Territorial da GNR de Viana do Castelo explicou que os dois homens "têm antecedentes criminais por furtos de máquinas industriais, posse de arma proibida, ofensas à integridade física grave, condução sob influência do álcool, violência doméstica, tendo um deles já cumprido oito anos de pena de prisão efetiva por homicídio".

Na segunda-feira, acrescenta, "foram detidos, em Valença, em flagrante delito, na sequência de uma investigação que decorria há quatro meses".

Durante uma operação de vigilância, os militares detetaram os suspeitos a furtarem uma retroescavadora, que se encontrava estacionada no exterior de uma empresa localizada no concelho de Ponte de Lima. Utilizaram rampas em ferro que permitiram colocar a referida máquina, de forma dissimulada, no interior de um semirreboque, tendo de seguida iniciado o transporte em direção a Espanha, sendo este o seu destino final", refere a GNR.

Segundo aquela força policial, "a viatura pesada que efetuava o transporte da máquina furtada foi intercetada em Valença, possibilitando a detenção dos suspeitos e a apreensão de três veículos”, designadamente um veículo pesado de mercadorias, outro ligeiro e uma retroescavadora, bem como de duas rampas em ferro e 180 euros.

Os detidos são ainda suspeitos de terem furtado outra retroescavadora em Monção, em julho.