Um automobilista morreu nesta sexta-feira à tarde na sequência de uma paragem cardiorrespiratória, depois de ter sido autuado pelas autoridades, na zona de Portalegre, disseram à agência Lusa fontes da GNR e do hospital da cidade.

A fonte da GNR explicou à Lusa que os militares, ao inspecionarem a viatura da vítima, no decorrer de uma fiscalização de trânsito, junto à aldeia de Alagoa, perto de Portalegre, autuaram o homem por falta de inspeção periódica obrigatória do veículo em que seguia.

Após a entrega dos autos de contraordenação, o homem, residente no concelho de Nisa, «rasgou os documentos e, de imediato, caiu no solo», relatou a fonte.

Fonte do Hospital de Portalegre adiantou à Lusa que elementos do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) deslocaram-se ao local, fizeram manobras de reanimação, mas o homem acabou por morrer vítima de paragem cardiorrespiratória.

A fonte da GNR indicou que o incidente ocorreu cerca das 15:30.