A PSP deteve na quinta-feira, na mesma noite, cinco homens suspeitos do crime de furto de catalisador nos concelhos de Loures e Lisboa.

Os cinco detidos têm idades entre os 19 e os 60 anos.

A primeira detenção ocorreu na Portela, pouco antes da 01:00 da manhã, quando os agentes, depois de alertados, se depararam com o suspeito debaixo de um carro a cortar o catalisador com uma rebarbadora elétrica.

Intercetado o suspeito, foi possível entender que, enquanto se encontrava a praticar o ilícito, o mesmo se encontrava em chamada telefónica, tendo de imediato assumido que não se encontrava sozinho e que tinha uma viatura de apoio onde se encontrariam outros coautores do crime", explica a PSP, em comunicado divulgado neste sábado.

Os restantes suspeitos seriam detetados pouco depois, na mesma zona.

Foram então iniciadas diligências no sentido de detetar os suspeitos, logrando-se o pretendido pouco depois, encontrando-se outros dois suspeitos no interior de uma viatura nas imediações e confirmando-se que a chamada entre os dois telemóveis ainda se encontrava a decorrer", conta a Polícia.

Mais tarde, pelas 03:30, em Belém, a PSP foi alertada para mais um roubo de catalisadores.

"Os Polícias deslocaram-se ao local da ocorrência, abordaram a viatura onde estavam os suspeitos e, após uma busca consentida ao interior do veículo, foram localizados, no banco traseiro, uma rebarbadora, quatro discos de corte e uma bateria. Ao localizar a viatura alvo de furto, apurou-se que o tubo que liga o motor ao catalisador, havia sido cortado", descreve a PSP.

Nesta segunda detenção, um dos suspeitos era reincidente, uma vez que já tinha sido detido uma semana antes, em Cascais, pelo mesmo crime.

Catarina Machado