Um pescador, de 77 anos, foi encontrado morto, nesta terça-feira, numa zona rochosa da praia do Cerro da Águia, em Porto Covo, segundo a Polícia Marítima de Sines.

O alerta para o desaparecimento do pescador lúdico foi dado pela mulher, às 05:00 de hoje, indicou Rui Filipe, capitão do Porto de Sines e comandante da Polícia Marítima.

Para o local foram mobilizados uma moto de água, uma embarcação semirrígida e a viatura do projeto de vigilância motorizada.

O pescador lúdico, que se encontrava de férias, em Porto Covo, “terá saído para a pesca”, na segunda-feira “pelas 17:00”, e, esta manhã, “a esposa deu o alerta depois de verificar que o marido não tinha regressado a casa”, explicou.

No local, as autoridades confirmaram que, “junto à praia do Cerro da Águia, em Porto Covo, estava um corpo inanimado no areal, junto às rochas, que supostamente terá caído da falésia quando estaria a regressar da pesca”, indicou.

O corpo do pescador lúdico foi “resgatado do areal pela moto de água, transferido para a embarcação semirrígida e transportado para o Porto de Recreio de Sines”, acrescentou.

O óbito foi declarado no local e o cadáver foi transportado para o Gabinete de Medicina Legal do Hospital do Litoral Alentejano, em Santiago do Cacém.

Agência Lusa / CM