A Direção Regional de Saúde da Madeira determinou o encerramento de uma unidade hoteleira no Porto Moniz, depois de ter sido detetada a bactéria da doença dos legionários na rede de água do prédio, foi anunciado esta sexta-feira.

Numa nota, a direção regional refere que foi detetado um caso da doença relativo a um madeirense que “pernoitou num estabelecimento hoteleiro” do concelho, na zona norte da ilha da Madeira.

A Direção Regional da Saúde determinou o encerramento imediato do referido estabelecimento hoteleiro”, pode ler-se na informação divulgada.

Foi desenvolvida uma “investigação epidemiológica e ambiental que incluiu a inspeção sanitária ao edifício, equipamentos e amostragem da água da rede predial”.

Neste processo, foi “detetada a bactéria ‘Legionella pneumophila’ serogrupo 1”.

A unidade hoteleira será reaberta “assim que a mesmo já não representar risco para a saúde pública”, conclui a nota.

A doença dos legionários, provocada pela bactéria 'Legionella Pneumophila', contrai-se por inalação de gotículas de vapor de água contaminada (aerossóis) de dimensões tão pequenas que transportam a bactéria para os pulmões, depositando-a nos alvéolos pulmonares.

/ AG