Um homem de 67 anos ligou para o Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), na manhã de quarta-feira, queixando-se de forte dor torácica, mas omitiu que estava infetado com Covid-19. 

Contactado pelo TVI24, o INEM confirmou que recebeu a chamada por volta das 10:40 e que o doente, morador de Francos, na freguesia de Ramalde, foi transportado para o Hospital de Santo António, no Porto. 

Já na unidade hospitalar, os profissionais de saúde perceberam, com base na ficha clínica, que o homem tinha testado positivo para o novo coronavírus no dia 3 de abril. 

O INEM explicou ainda que todos os elementos que realizem o transporte de doentes, infetados ou não, têm equipamentos de proteção individual, uma vez que o país se encontra na fase de mitigação. 

Ainda assim, a TVI24 sabe que o transporte foi realizado por uma médica e um enfermeiro, sendo que apenas a médica foi colocada em quarentena, por ter sido a única a ter contacto direto com o doente. 

De acordo com o Comando Metropolitano da PSP Porto, foi feita uma participação pelo Hospital de Santo António ao Ministério Público, no dia 15 de abril. Por ter omitido o facto de estar infetado com Covid-19, este homem pode ser indiciado do crime de propagação de doença infecciosa. 

Cláudia Évora / Atualizada às 12:43