Um homem de 47 anos foi detido no Porto por alegadamente ter abusado sexualmente da sua enteada, durante cerca de dois anos, tendo ficado em prisão preventiva, anunciou hoje a Polícia Judiciária (PJ).

Em comunicado, a PJ, através da Diretoria do Norte, refere que o detido é suspeito da “autoria do crime de abuso sexual de criança, ocorrido em Espanha e na zona do grande Porto”.

O suspeito aproveitava os momentos em que ficava a sós com a sua enteada, de sete anos, para perpetrar os abusos sexuais que se prolongaram por cerca de dois anos”, acrescenta a PJ.

Já presente a primeiro interrogatório judicial, foi-lhe aplicada a medida de coação de prisão preventiva.