Muitas têm sido as imagens que nos chegam do Afeganistão desde que os talibãs tomaram o controlo do país. Em Cabul, onde a segurança só existe perto do aeroporto, todos os dias militares de vários contingentes lutam para salvar as centenas de pessoas que procuram fugir dos piores cenários.

Esta quinta-feira, o sargento Victor Mancilla, do corpo de fuzileiros dos Estados Unidos captou uma fotografia em que um colega seu escolta uma jovem durante mais uma evacuação junto ao aeroporto.

Mas esta imagem tem um toque especial. É que do lado esquerdo aparece, bem notória, a bandeira portuguesa, atada às grades a que muitos se afegãos se agarram em busca de salvação.

Não havendo muito contexto sobre o como ou o porquê de a bandeira ali estar, importa explicar que muitos cidadãos do Afeganistão têm utilizado bandeiras de países da União Europeia para pedir apoio aos respetivos países.

Foi isso mesmo que pediu, por exemplo, a ministra espanhola da Defesa. Margarita Robles disse que aqueles que quisessem ajuda espanhola se deviam dirigir à zona do aeroporto com lenços vermelhos e gritando "Espanha".

Talvez seja isso que levou a bandeira portuguesa tão longe, sendo certo que quatro militares do nosso país foram numa missão de resgate até ao Afeganistão, que até ao momento já trouxe para Portugal 61 refugiados.

António Guimarães