Portugal regista esta quinta-feira mais nove mortes e 602 novos casos de covid-19, segundo o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS).

O número de doentes internados subiu para 495 (mais sete em 24 horas), tendo subido também nos cuidados intensivos, onde estão agora 122 pessoas (mais seis).

As autoridades de saúde têm em vigilância 16.182 contactos, mais 395 do que na quarta-feira, e nas últimas 24 horas foram dadas como recuperadas mais 601 pessoas, que totalizam 782.895 desde o início da pandemia.

Há menos oito casos ativos, que atingem 25.839.

Desde o início da pandemia, em março de 2020, foram diagnosticados em Portugal 825.633 casos de infeção pelo novo coronavírus e morreram 16.899 pessoas com covid-19.

A maioria dos casos das últimas 24 horas (229) foi diagnosticada em Lisboa e Vale do Tejo, onde já foram infetadas 312.799 pessoas.

Na zona Norte, foram registados mais 189 casos (331.793 no total), na região Centro mais 64 (117.595 desde março de 2020), no Algarve 55 novos casos (total de 20.981), no Alentejo 16 (29.277), mais 31 casos nos Açores (total de 4.198) e 18 novas infeções na Madeira (8.761 no total).

Das mortes registadas das últimas 24 horas, seis aconteceram na região Norte, onde já morreram 5.315 pessoas com covid-19, e três na região de Lisboa e Vale do Tejo, onde desde o início da pandemia morreram 7.161 pessoas com covid-19.

Desde março do ano passado foram atribuídas à covid-19 3.002 mortes na região Centro, 970 no Alentejo, 354 no Algarve, 68 na Madeira e 29 nos Açores.

O SARS-CoV-2 já infetou em Portugal pelo menos 451.157 mulheres e 374.184 homens, com 292 casos de sexo desconhecido sob investigação, uma vez que esses dados não são fornecidos de forma automática.

A maior parte dos casos confirmados de contágio aconteceu na faixa etária entre os 40 e os 49 anos.

Desde o início da pandemia morreram 8.870 homens e 8.020 mulheres com covid-19.

A maioria dos casos fatais de covid-19 aconteceu na faixa etária acima dos 80 anos.

Em Portugal foram já administradas 1.969.036 doses de vacina contra a covid (mais 61.848 do que na quarta-feira), 1.397.726 primeiras doses e 571.310 segundas doses.

António Guimarães