Portugal começa esta semana a vacinar um novo grupo considerado prioritário, numa altura em que se multiplicam críticas à forma como decorre o processo de vacinação contra a covid-19. 

A ministra da Saúde fez, esta segunda-feira, um ponto de situação do processo de vacinação em Portugal, revelando quantas vacinas foram administradas, quem foi vacinado e como será feita a convocatória para a esta fase da vacinação.

A TVI responde-lhe a tudo aquilo que precisa saber sobre o processo. 

Quantas vacinas foram administradas?

Já foram administradas 338.566 vacinas em Portugal, das quais 269.814 foram primeiras doses. Cerca de 68.752 portugueses já receberam as duas doses da vacina.

Quem já foi vacinado?

Profissionais de saúde do Serviço Nacional de Saúde, do setor privado e social. Bem como profissionais dos lares.

Também os utentes dos lares já foram vacinados, com exceção dos estabelecimentos onde decorreram surtos.

Concluída a vacinação em lares e similiares, resta agora percorrer aqueles onde havia surtos e que já se encontram extintos.

Quem começa a ser vacinado esta semana?

Pessoas com mais de 80 anos sem comorbilidades passam agora a integrar a primeira fase de vacinação.

A estes juntam-se também as pessoas com idades entre os 50 e os 79 anos com uma das quatro comorbilidades identificadas como de especial risco de internamento ou óbito (doença coronária, insuficiência cardíaca ou renal ou doença pulmonar obstrutiva crónica).

Trata-se de um universo que ronda as 900 mil pessoas entre estes dois grupos, que serão contactadas para vacinação", afirmou Marta Temido, esta segunda-feira, em conferência de imprensa.

Vários titulares de órgãos de soberania e bombeiros estão agora incluídos na primeira fase de vacinação. 

Como será feita a convocatória?

As pessoas incluídas nos grupos anteriores serão contactadas ao longo desta semana via mensagem de telemóvel (SMS), que será “a modalidade preferencial” de convocatória de pessoas desses grupos.

O utente irá receber uma mensagem com uma data e um local onde deverá ser vacinado e tudo o que terá de fazer é responder com a palavra “sim”, para que o processo fique validado.

Caso responda de forma negativa ou ignore a mensagem, será identificado pela unidade de Saúde para tratamento posterior, podendo ser repetido o pedido de convocatória.

E quem não é seguido no SNS?

Os utentes que não são seguidos no Serviço Nacional de Saúde terão de se inscrever para a vacinação contra a covid-19 num formulário disponibilizado pelas autoridades na internet.

De acordo com a informação disponibilizada no site do ministério da Saúde, que explica todas as fases do plano de vacinação contra a coovid-19, as autoridades de saúde pedem aos cidadãos para esperarem até serem contactados pelos serviços de saúde, mas dizem que os utentes não seguidos no Serviço Nacional de Saúde (SNS) e os profissionais de saúde “em prática isolada e que não estejam inscritos numa ordem profissional" devem inscrever-se num formulário próprio.

O formulário disponibilizado pode ser acedido a partir deste link.

Quantas vacinas Portugal já recebeu?

Até ao momento, Portugal já recebeu 387.770 doses da vacina da Pfizer - sendo que mais 19.500 foram direccionadas para os Açores e para a Madeira - e 19.200 da vacina da Moderna.

Quantas vacinas estão para chegar?

Está prevista a entrega de 1,5 milhões de vacinas da Pfizer e da Moderna durante o primeiro trimestre e perto de cinco milhões de doses no segundo trimestre.

Esperamos que seja possível reforçar os números com outras vacinas", afirmou Francisco Ramos em conferência de imprensa, apontando para a assinatura de contratos de reforço com a Pfizer e com a Moderna. Francisco Ramos sublinha também que Portugal garantiu cerca de 30 milhões de doses.

O coordenador do plano de vacinação adianta que, com a aprovação esperada da vacina da Astrazeneca, espera que o país tenha recebido 2 milhões e 214 mil doses até ao final do mês de março.