O surto de Covid-19 num matadouro em Tomar já fez 71 infetados. O novo balanço foi feito esta quarta-feira pela diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, em conferência de imprensa.

A diretora-geral disse que este é um surto que "envolve muitas pessoas", mais de 300, uma vez que "esta empresa tem muitos trabalhadores".

Graça Freitas informou que já foram feitos mais de 300 testes à Covid-19 relacionados com este surto e que nas últimas 24 horas foram registados 18 novos casos de infeção, elevando o número toal de infetados para 71.

A responsável salientou que os contactos destes casos têm todos sido alvo de inquérito epidemiológico por parte das autoridades de saúde. Neste momento, vincou, estão a fazer-se “inquéritos com muita rapidez para identificar contactos e para quebrar cadeias de transmissão e está a funcionar muito bem”.

O surto está ativo também, está ainda em expansão, mas os seus casos secundários estão a ser identificados, isolados e acompanhados pelas autoridades de saúde."

Já no caso do surto de Póvoa de São Miguel, em Moura, Graça Freitas disse que há 28 infetados e que já foram feitos testes a mais de 150 pessoas.

A responsável salientou que este surto, com origem familiar e social, "não está totalmente controlado", mas "apresenta estabilidade" e está a ser "bem acompanhado pelas autoridades de saúde".

Portugal regista esta quarta-feira mais três mortes e 203 novos casos de infeção por Covid-19 em relação a terça-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral de Saúde (DGS).

De acordo com o boletim, desde o início da pandemia até hoje registaram-se 50.613 casos de infeção confirmados e 1.725 mortes.

A região de Lisboa e Vale do Tejo, onde continua a haver mais surtos ativos de Covid-19, totaliza 25.763 casos, mais 146 do que no dia anterior.

Sofia Santana