A praia de Faro já tem novamente condições para receber os banhistas, depois de ter sido interditada devido à presença da bactéria E.Coli na água.

A confirmação veio do município de Faro, que garante "que se encontram restabelecidas as condições de banho na praia de Faro, depois de os resultados de novas análises efectuadas terem garantido que as águas estão com a qualidade desejada para a prática balnear".

[A praia de Faro] cumpre com rigor os mais exigentes critérios ambientais e é um destino de total confiança para as milhares de famílias que a escolhem como local privilegiado para passarem as suas férias", informou a autarquia.

A bandeira vermelha foi removida e a já foi hasteada a bandeira azul, que atesta a qualidade da água.

A câmara algarvia informou também que a Agência Portuguesa do Ambiente e a Delegada Regional de Saúde Pública se encontram a investigar o episódio. A autarquia admite a possibilidade de crime ambiental, que poderá ter sido "perpetrado por uma embarcação ou outro fenómeno".

O município relembra ainda as excelentes condições da sua rede de saneamento, bem como a qualidade das duas ETAR's que servem o concelho.