Um banhista em dificuldades foi resgatado do mar pela Polícia Marítima, nesta quarta-feira, numa área não vigiada na zona da Figueira da Foz, quando se encontrava a mais de 200 metros da praia, disse o comandante da Capitania.

O homem nadava numa praia não vigiada entre a Murtinheira e o Cabo Mondego quando foi arrastado pelo mar e, devido à rebentação, os nadadores salvadores não conseguiram prestar-lhe socorro, explicou o comandante da Capitania do Porto da Figueira da Foz, Rui Amado.

Foi acionada uma lancha da Polícia Marítima às 15:01 que resgatou o banhista às 15:25, adiantou.

O homem, de 26 anos, «não apresentava sintomas de hipotermia, mas estava bastante cansado e mostrava sinais de grande exaustão», tendo sido assistido pelo INEM e transportado ao Hospital da Figueira da Foz, disse ainda o mesmo responsável.

O banhista reside em Brenha, na Figueira da Foz.
Redação / CM