Um homem de 33 anos ficou hoje em prisão preventiva por suspeita da prática reiterada de um crime de abuso sexual de uma prima de 11 anos na Figueira da Foz, anunciou esta quarta-feira a Polícia Judiciária (PJ).

Fonte da Diretoria do Centro da PJ explicou à agência Lusa que os abusos sexuais começaram quando a criança tinha nove anos e "foram em crescendo de continuidade" naquele concelho do distrito de Coimbra.

O detido seduziu a prima e pedia-lhe para ela não contar a ninguém, que era um segredo deles", adiantou a mesma fonte.

O presumível agressor cometeu os crimes num ambiente de grande proximidade, tanto em sua casa como na da vítima, que morava muito próximo.

Na escola, a criança acabou por relatar a uma professora que tinha uma relação de namoro com um primo mais velho, sem intenção de o denunciar.

Por sua vez, a docente informou a direção da escola, que efetuou a denúncia às autoridades muito recentemente.

O homem, solteiro e sem emprego, foi detido na terça-feira e presente hoje a primeiro interrogatório judicial.

Agência Lusa / HCL