"Estima-se que cerca de uma em cada cinco crianças em idade escolar tenha défices de função visual, provocado por uma destas patologias (ou outras menos frequentes) e nem todas recebem a ajuda que merecem”, diz Pedro Menéres, membro da direção da SPO, citado no comunicado.


Redação