“Há medidas que claramente precisam de ser corrigidas, designadamente os salários, concursos de professores, horário de trabalho, organização na constituição das turmas (…) e que precisam de ser decididas nos próximos seis meses”









Exame do 4º ano "não faz sentido"













Reivindicações da FNE para 2016