Numa pequena aldeia alentejana, Vila Verde de Ficalho, em Serpa, três irmãos lutam pelo direito a uma vida digna. Os três sofrem de uma doença rara e degenerativa, que não tem cura.

A doença atirou-os a todos para uma cadeira de rodas e deixou-os totalmente dependentes da ajuda alheia, que, tantas vezes, se tem substituído ao que era suposto ser feito pelo Estado.

Os tratamentos de fisioterapia são a única forma de retardar o avanço da doença - Ataxia de Friedreich, mas, no distrito de Beja, a fisioterapia não chega a todos.

Aos 20 e poucos anos, Cristina e os gémeos Sérgio e Miguel Liforo vivem com uma pequena pensão de invalidez.

Esta é uma história que nos deveria envergonhar.

Sara Bento