O ex-ministro da Cultura, Manuel Maria Carrilho, condenado por violência doméstica, a quatro anos de prisão, com pena suspensa, agrediu o filho Dinis Maria, de 14 anos, ao mesmo tempo que violou a ordem do tribunal que o impede de se aproximar de Bárbara Guimarães.

A TVI teve acesso a imagens que provam que o ex-ministro que nunca poupou os filhos a situações de violência, ameaças, e ofensas a Bárbara Guimarães.

Esta reportagem centra-se sobretudo na situação em que vivem, há anos, os dois filhos menores do ex-casal, que nunca tiveram o estatuto de vítimas de violência doméstica, previsto na lei, e que nunca lhes foi atribuído.

Uma reportagem da jornalista Sara Bento, com imagem de Nuno Quá, edição de imagem de João Pedro Ferreira, grafismo de Victor Magano, coordenada por Ana Leal.