O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) resgatou esta segunda-feira uma adolescente estrangeira de 15 anos obrigada a prostituir-se numa “clínica” de massagens em Lisboa.

Na operação, o SEF deteve ainda uma mulher portuguesa de 57 anos, dona e gerente do estabelecimento onde, alegadamente, a menor resgatada e outras jovens adultas mantinham relações sexuais com os clientes.

Além do cumprimento do mandado de detenção, emitido pelo DIAP de Lisboa, foi também identificado e constituído arguido um homem de 64 anos, de nacionalidade portuguesa, que mantinha relações sexuais com a menor, enquanto cliente do espaço", afirma o SEF em comunicado.

A autoridade realizou também buscas na “clínica de massagens” e na morada da gerente detida, sendo que neste local foi encontrado e apreendido dinheiro proveniente dos clientes e outras provas dos crimes em investigação.

A adolescente, depois de identificada, foi conduzida ao Tribunal, onde foi ouvida pelo magistrado do Ministério Público titular do processo.

A cidadã portuguesa, detida e indiciada pela prática dos crimes de lenocínio e lenocínio de menores, será presente esta terça-feira ao Tribunal para interrogatório e aplicação de medidas de coação.