A Proteção Civil dos Açores alertou, esta quarta-feira, para o agravamento do estado do tempo devido à passagem, a norte do arquipélago, da depressão Callum, com um sistema frontal associado.

Numa nota enviada ao início da tarde, o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) explica que, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), "a passagem a norte do arquipélago da depressão Callum, com um sistema frontal associado, deverá agravar o estado do tempo em todas as ilhas, com um aumento da intensidade do vento e da agitação marítima, em especial nas ilhas dos grupos Ocidental e Central".

Às 06:00 de quinta-feira, esta depressão estará a cerca de 560 quilómetros a norte da ilha Graciosa, altura que se encontrará mais próxima do arquipélago dos Açores”, explica ainda.

Face a estas previsões, o IPMA emitiu para o grupo ocidental (Flores e Corvo) aviso amarelo referente a vento entre as 00:00 e as 18:00 locais (mais uma hora em Lisboa) de quinta-feira, com rajadas até 100 quilómetros por hora de sudoeste, rodando para oeste.

As duas ilhas estarão ainda sob aviso amarelo por causa da agitação marítima no período entre as 03:00 e as 21:00 de quinta-feira, com ondas de oeste, de seis a sete metros.

Para o grupo central (Terceira, São Jorge, Pico, Graciosa e Faial), o aviso amarelo de vento será entre as 03:00 de quinta-feira e as 00:00 de sexta-feira, estando previstas rajadas até 95 quilómetros por hora de sudoeste, rodando para oeste.

Para a agitação marítima, com ondas que poderão chegar aos seis metros, o aviso amarelo para o grupo central vai estar ativo entre as 09:00 de quinta-feira e as 00:00 de sexta-feira.

O aviso amarelo é o segundo menos grave de uma escala de quatro e revela situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

A Proteção Civil açoriana recomenda que sejam tomadas medidas de autoproteção.