Mais de 250 mil alunos do ensino básico e secundário começam a partir desta quarta-feira a mostrar o que sabem nos exames nacionais, que decorrem até ao fim do mês.

Segundo dados do Ministério da Educação, cerca de 96 mil alunos do ensino básico com uma média etária de 14 anos estão inscritos para 192 094 exames, com uma média de dois exames por aluno.

No ensino secundário, 161 654 inscritos com uma média de idades de 17,9 anos respondem em 356 127 exames, com uma média de 2,2 exames por aluno, registando-se mais cinco mil estudantes inscritos do que no ano passado.

Às 9h00 realiza-se o exame de Latim A (10º/11º anos) e de Português língua não materna (12º ano). À tarde, às 14h00, será o exame de Português do 12º ano.

Quanto ao ensino básico, esta quarta-feira de manhã realizam-se os exames de Língua Portuguesa e de Português como Língua Não Materna.

A maioria dos alunos que vai a exame continua a ser do sexo feminino: no secundário as raparigas representam 56 por cento e no básico 51 por cento. Quanto às idades, os mais avançados rondam os 17,9 anos e a média dos do básico é de 14 anos.

A grande maioria dos 96 mil alunos do básico que vão a exame são do ensino regular, sendo que apenas 256 alunos foram auto-propostos. No entanto, o Ministério salienta que «o número total de alunos do 8.º ano que vai realizar as provas de exame do 3.º ciclo só será conhecido após as reuniões de avaliação do 3.º período e realização das provas na 2.ª chamada».

A primeira fase dos exames nacionais do secundário decorre de 16 a 23 de Junho e a segunda fase de 14 a 19 de Julho.

As pautas da primeira fase dos exames e das provas de equivalência à frequência do ensino secundário são afixadas a 8 de Julho, sendo as da segunda fase divulgadas a 30 de Julho.

Os resultados dos processos de reapreciação das provas e dos exames são afixados, para a primeira fase, a 12 de Agosto e, para a segunda, a 30 de Agosto.
Redação / CP