Esta quinta-feira ficou marcada pela manifestação dos profissionais da PSP e da GNR. O protesto, que concentrou milhares de pessoas em Lisboa, em frente da Assembleia da República.

Para analisar esta problemática, a TVI24 recebeu o General Leonel de Carvalho, antigo secretário-geral do gabinete coordenador de segurança, o deputado do PS, Ascenso Simões e o deputado do CDS, Nuno Magalhães.

O militar saudou a forma pacífica como os protestos decorreram, mas lamentou a intervenção de alguns atores políticos no seio da manifestação.

Chocou-me ver o deputado do Chega citar um slogan do Partido Comunista”, afirmou.

Na 21ª Hora da TV24 esteve também o deputado do Partido Socialista, Ascenso Simões, que vincou que foi em governos do PS que os maiores investimentos foram feitos nas forças de segurança portuguesas. 

PS esteve na base da criação das associações sindicais da PSP e da GNR", afirmou.

Também o deputado do CDS, Nuno Magalhães, saudou o facto de a manifestação ter decorrido da forma mais pacífica. Para o centrista, as forças de segurança têm toda a razão para estarem descontentes, até porque, apontou, o último investimento sério foi feito em 2003, como preparação para o Euro 2004.

Nunca Portugal teve tão poucos polícias”, referiu.