Um homem de 47 anos foi detido, na terça-feira, pela PSP de Loures, por ser suspeito da prática dos crimes de ameaça e tentativa de agressão aos elementos policiais. O ataque aconteceu uma semana depois do suspeito ter saído do Estabelecimento Prisional de Lisboa após cumprir uma pena de dez meses pelo crime de furto. 

Em comunicado, aquela força policial dá conta que o suspeito ameaçou várias pessoas na rua com uma faca e um pau de madeira, assim como a "proprietária de uma loja e a sua família, todos estrangeiros, ameaçando-os de morte e demonstrando um comportamento alegadamente xenófobo e discriminatório". 

À chegada ao local, os agentes deslocaram-se a casa do suspeito para o identificar e apreender as possíveis armas brancas.

"Ao visualizar os agentes da PSP, o suspeito adotou de imediato uma postura agressiva, ameaçando os polícias com o suposto uso de uma caçadeira. Perante tais ameaças foi necessário recorrer ao uso do gás pimenta, evitando assim que o suspeito utilizasse qualquer objeto ou arma contra os polícias, acautelando igualmente a sua integridade física", lê-se no comunicado.

No entanto, o suspeito conseguiu pegar num martelo que tinha perto de si e "avançar desenfreadamente na direção dos agentes".

"Só com o apoio do reforço policial foi possível manietar o suspeito e proceder à sua detenção, evitando assim uma agressão de maior gravidade", acrescenta a nota.

Presente a tribunal, o homem viu-lhe ser aplicada como medida de coação de Termo de Identidade e Residência.

Andreia Miranda