Dois homens, residentes no concelho do Funchal, foram detidos em flagrante delito, na Madeira, com mais de 7.300 doses de heroína, tendo ficado em prisão preventiva.

De acordo com a nota divulgada pelo Comando Regional da Madeira da PSP, a detenção ocorreu numa intervenção desenvolvida na passada terça-feira.

O mesmo documento menciona que os detidos têm 54 e 61 anos, são de nacionalidade estrangeira, mas residentes no Funchal, estando indiciados pela prática do crime de tráfico de estupefacientes.

A PSP acrescenta que, além da droga, “cerca de 7310 doses individuais de produto suspeito de ser heroína”, também foram apreendidos cinco telemóveis e mais de 2.300 euros em dinheiro.

A autoridade policial menciona que os dois detidos foram ouvidos num primeiro interrogatório judicial, depois de presentes ao Departamento de Investigação e Ação Penal da Comarca Judicial da Madeira.

As autoridades judiciárias determinaram que aguardem o desenrolar da investigação e processo em prisão preventiva.