A operação de combate ao tráfico de droga no Grande Porto, que decorreu na quinta-feira e resultou na detenção de 30 suspeitos, a ser ouvidos em tribunal, resultou na apreensão de 21.914 doses de estupefaciente, adiantou a PSP.

Em comunicado, e fazendo um balanço desta operação que envolveu a realização de 64 buscas domiciliárias e não domiciliárias, a PSP explicou que entre a droga apreendida está liamba, heroína, haxixe, cocaína e anfetaminas.

Além disso, a PSP confiscou 54.000 euros, dois carros, uma espingarda de ar comprimido, uma pistola tipo ‘flash bang’ e uma de alarme com carregador, um revolver, duas armas calibre 6.35, três caçadeiras, dois punhais, uma arma branca tipo borboleta, um sabre, uma catana, dois bastões extensíveis, uma matraca, um taco de basebol, cinco cargas CO2, um aerossol e três carregadores.

Entre o material estão ainda 27 munições, 58 cartuchos e quatro caixas de chumbos de 250 unidades cada.

Na nota, a PSP realçou que, entre os 30 suspeitos, dos quais 26 homens e quatro mulheres com idades entre os 18 e 57 anos, 13 deles foram detidos por mandados de detenção, 15 por tráfico de droga e dois por posse de arma ilegal.

Estes começaram a ser ouvidos, esta manhã, por um juiz de instrução criminal, mas prevê-se que as diligências sejam demoradas, tendo em conta o número de arguidos.

A operação policial foi de “grande envergadura” e no âmbito de uma investigação de combate ao crime de tráfico de droga, nas áreas do Porto, Gondomar, Vila Nova de Gaia, Matosinhos, Póvoa do Varzim e Paredes, ressalvou.

/ BC