Um agente da PSP ficou esta segunda-feira em prisão preventiva depois de, na madrugada de domingo, se ter barricado com uma arma de fogo na esquadra de Santa Cruz das Flores, nos Açores, indicou a Polícia de Segurança Pública.

Em comunicado, a polícia explica que o agente foi detido “na sequência de desacatos numa discoteca” das Flores e, já no interior da esquadra, apoderou-se “de uma arma de fogo, barricando-se no interior da mesma”.

Depois de ter sido “demovido da sua atitude pelos polícias de serviço, entregou-se” às autoridades, tendo sido aberto um inquérito para apurar as circunstâncias da ocorrência, lê-se no comunicado.

Foram ainda tomadas medidas cautelares de desarmamento e de suspensão do serviço policial do agente, acrescentou a PSP.

/ RL