A PSP elaborou quatro autos de contraordenação por consumo de bebidas alcoólicas na via pública e três por falta de máscara até às 23:00 de quarta-feira, noite de São João no Porto, revelou o subcomissário Eduardo Alexandre.

As contraordenações foram levantadas na Praça D. João I, devido à falta de máscara, e as restantes quatro na zona da Ribeira. acrescentou.

Numa noite em que a PSP se concentrou junto ao Jardim da Cordoaria, onde várias centenas de jovens viram o jogo Portugal-França, do Euro2020, o responsável informou que a partir da meia-noite iriam acabar com as aglomerações no local.

Já temos alguns elementos da Polícia Municipal, em conjugação com a PSP, a abordar os proprietários dos diversos estabelecimentos a fim de que encerrem as esplanadas à meia-noite, após o que só poderão servir dentro do estabelecimento", explicou.

E prosseguiu: "A partir daí, quem se mantiver no exterior passará a estar em incumprimento".

Sobre o que iriam fazer a seguir, o subcomissário explicou que a estratégia passa por "saturar a zona com policiamento de forma a que as pessoas saiam ordeiramente e não haja problemas nem incidentes na ordem pública".

Muito provavelmente, no resto da noite, vai haver uma espécie de jogo do gato e do rato, com as pessoas a rumarem ao Passeio das Virtudes, depois à zona da Ribeira, sendo que vamos distribuir os nossos meios de acordo com aquilo que achamos vai acontecer", disse.

O graduado da PSP do Porto admitiu estarem "à espera que pelas 02:00 as pessoas percebam que não vão ter muita sorte nos sítios para onde fugirem, pois irão encontrar lá a polícia".

Temos praticamente todas as valências da PSP empenhadas neste evento, desde as equipas de Intervenção Rápida, as Forças de Reação Imediata, o Corpo de Intervenção", descreveu.

E concluiu: "Das pessoas que aqui estão, 60% serão portuenses e os restantes estrangeiros, sendo que uma parte são estudantes de Erasmus".

/ RL