Um homem de São João da Madeira violou por três vezes o confinamento obrigatório a que estava sujeito após testar positivo para o novo coronavírus, informou esta segunda-feira o Comando de Aveiro da PSP.

Trata-se de um indivíduo de 46 anos, segundo um comunicado policial, que já comunicou os factos ao Ministério Público.

Ainda segundo as autoridades, o homem devia manter-se em confinamento até 3 de dezembro, mas violou essa obrigação no sábado, no domingo e já hoje, ao princípio da madrugada.

Hoje, pelas 00:15, houve novamente notícia da violação do confinamento obrigatório por parte do mesmo cidadão, pelo que a polícia se deslocou à respetiva residência, confirmando a ausência do indivíduo. Apesar das diligências efetuadas, não foi possível intercetá-lo”, refere o comunicado.

. / CE