cumprimento da prisão domiciliária

“A esquadra de Cascais tem 50 elementos. Há aqueles que não estão operacionais pois estão de férias. Normalmente, em média, estão em cada turno [diário] cinco agentes. Agora ficam quatro. Na esquadra têm de estar sempre dois, logo, sobram outros dois para a patrulha, se sair um carro não haverá patrulhamento a pé, só por carro, o que não é opção”, explicou a mesma fonte.