Uma cidadã portuguesa foi detida em Nancy, França, por rapto da filha em 2016, quando a criança se encontrava à guarda da avó materna, no distrito de Setúbal, por decisão judicial, anunciou hoje a Polícia Judiciária (PJ).

Numa nota, a PJ revelou que a detida, de 29 anos, se ausentou do território nacional em 2016 levando consigo a sua filha, na altura com 8 anos de idade e que se encontrava, por decisão judicial, confiada à guarda e aos cuidados da avó materna.

Desde a fuga e até à detenção, a mulher "circulou por diversos países da Europa, mantendo contacto com a avó da criança, a quem tentou constranger a abdicar da guarda da mesma, sob pena de não a voltar a ver", acrescentou a PJ.

A polícia destacou ainda que esta detenção deu cumprimento a um mandado de detenção europeu emitido no âmbito de um inquérito a correr termos no Ministério Público de Sesimbra.

A detenção foi realizada pelo Departamento de Investigação Criminal de Setúbal em colaboração com as autoridades policiais da cidade francesa de Nancy.

De acordo com a PJ, a detida será presente às autoridades judiciárias francesas, "as quais decidirão sobre a sua futura extradição para Portugal".