Benjamim Silva Rodrigues já não é juiz conselheiro no Tribunal Constitucional, tendo renunciado às suas funções, de acordo com publicação hoje em Diário da República.

De acordo com o gabinete de imprensa do TC, Benjamim Silva Rodrigues pediu a renúncia por ter atingido os 65 anos e se ter reformado, cabendo agora à Assembleia da República eleger um novo representante.

Benjamim Rodrigues foi juiz do Tribunal Constitucional entre 2002 e 28 de Junho de 2010, data da renúncia.

O TC é composto por 13 juízes, 10 dos quais designados pela Assembleia da República e três cooptados por estes.

As candidaturas a juiz conselheiro são apresentadas em lista por um mínimo de 25 e máximo de 50 deputados, segundo o regimento da Assembleia da República.