Militares da GNR integrados na Unidade de Controlo Costeiro na Grécia resgataram na terça-feira nove migrantes, dos quais três crianças, junto à praia Livadaki, no nordeste da ilha grega de Samos, foi anunciado esta quinta-feira.

Em comunicado, a GNR indica os militares destacados na ilha de Samos, no âmbito da missão da Agência Europeia da Guarda de Fronteiras e Costeira (Frontex), resgatou três crianças, com idades entre os dois e os quatro anos, três mulheres e três homens.

Durante uma ação de patrulhamento, os militares da GNR foram alertados para a existência de uma embarcação suspeita no mar (…) onde detetaram uma pequena embarcação de pesca, com cerca de quatro metros, na qual seguiam os nove migrantes”, explica a nota.

Os migrantes foram colocados na embarcação da GNR e transportados para o Porto de Vathy, tendo um deles sido socorrido pelos militares da GNR por apresentar ferimentos num joelho.

A GNR, nesta missão da Frontex, desenvolve ações nas fronteiras terrestres e marítimas com a finalidade de prevenir, detetar e reprimir ilícitos relacionados com a imigração ilegal, tráfico de seres humanos e outros crimes transfronteiriços, contribuindo fundamentalmente para a salvaguarda de vidas humanas.