Uma embarcação da estação salva-vidas de Ponta Delgada resgatou na noite de terça-feira um pescador com "dores intensas" abdominais e que estava a bordo de um barco de pesca a sul da ilha de São Miguel, foi hoje anunciado.

Em comunicado, a Marinha adianta que o Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada (MRCC Delgada), em articulação com a Autoridade Marítima Nacional, coordenou, desde as 21:30 locais (22:30 em Lisboa) de terça-feira o resgate deste homem de 25 anos, de nacionalidade portuguesa, que se encontrava a bordo da embarcação de pesca portuguesa “Meu Anjo da Guarda”, a navegar a 31 quilómetros a sul de Ponta Delgada, na ilha de São Miguel.

O tripulante "apresentava dores intensas na zona abdominal, com vómitos e a necessitar de cuidados médicos imediatos" e, segundo a Marinha, o resgate foi realizado pela embarcação pertencente à estação salva-vidas de Ponta Delgada “Maria Esperança", a 15 quilómetros a sul da maior cidade açoriana.

A operação ficou concluída pouco depois das 23:00 locais de terça-feira, quando a embarcação da estação salva-vidas atracou em Ponta Delgada, tendo o paciente sido posteriormente transferido, numa ambulância do Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) para o Hospital do Divino Espírito Santo, na ilha de São Miguel.

Estiveram envolvidos nesta operação o MRCC Delgada, o Centro de Orientação de Doentes Urgentes no Mar, uma embarcação da Autoridade Marítima Nacional e uma ambulância do SRPCBA, indica ainda o comunicado divulgado hoje.

O Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada é um dos órgãos do serviço de busca e salvamento marítimo, que funciona no âmbito da Marinha e é o serviço responsável pelas ações de busca e salvamento relativas a acidentes ocorridos com navios ou embarcações, no mar.

/ PP