O Governo português emitiu um aviso aos turistas que estejam a planear viagens à República Dominicana, perante as notícias das mortes de vários norte-americanos que se encontravam de férias no país.

"as últimas semanas tem havido muita repercussão na imprensa de notícias relativas à morte de um pequeno número de turistas na República Dominicana, país que recebe 6 milhões de visitantes porano, sem que sejam registados incidentes de relevo. Tais notícias têm criado alarmismo, particularmente dada a nacionalidade das vítimas, não sendo ainda completamente claro o motivos dos óbitos, que poderão estar relacionados com o consumo de bebidas alcoólicas contrafeitas", lê-se numa nota publicada no Portal das Comunidades Portuguesas. "Sugerimos aos nossos cidadãos que têm como destino a República Dominicana que mantenham as precauções habituais de segurança, nomeadamente no que diz respeito ao consumo de bebidas de qualquer tipo, lembrando que a água da rede pública (da torneira) não é viável para o consumo humano".

O alerta do Governo chega na sequência das mortes de pelo menos dez turistas norte-americanos em resorts da República Dominicana. Segundo o ministro do Turismo dominicano, Francisco Javier García, pelo menos cinco das mortes deveram-se a causas naturais, estando os restantes óbitos sob investigação. "Queremos que a verdade prevaleça. Não há nada a esconder aqui", garantiu. 

O FBI já está também na República Dominicana a investigar as mortes aparentemente inexplicadas. "A pedido das autoridades dominicanas, o FBI continua a apoiar a investigação local", revelou a polícia federal norte-americana, em comunicado citado pelo The New York Times.