No sábado, uma artista de rua foi agredida por um proprietário de um restaurante, na ribeira do Porto.

Nas imagens, pode ver-se um homem a socar a jovem na face quando esta tentava pedir donativos junto à esplanada do estabelecimento.

É ainda possível verificar que alguns populares tentam afastar os intervenientes e que há uma segunda mulher envolvida na altercação.

Contactada pela TVI, a fonte da PSP do Porto explicou que a jovem “estava a atuar na via pública como é habitual” e quando tentou pedir donativos o “dono do estabelecimento entendeu que a jovem estaria a perturbar os clientes”. Ter-se-á gerado uma discussão que culminou nas agressões que podem ser vistas no vídeo.

A artista acabou por ser assistida no local pelo INEM e, posteriormente, transportada para o Hospital de Santo António, no Porto.

Numa mensagem enviada à TVI, a jovem identifica-se como Magda Silva e explica que foi abordada pelo proprietário quando tentava recolher donativos. Após o dono do estabelecimento, arremessar a coluna de som da artista ao rio Douro, Magda foi atingida por um murro no maxilar e outro no olho, tendo ficado inconsciente.

Faço malabares de fogo na rua das esplanadas na Baixa do Porto. Ao passar o meu chapéu para recolher donativos de uma esplanada, um homem começou a gritar comigo e a empurrar-me. Até que agarrou na minha coluna e atirou-a ao rio. Depois deu-me um murro no maxilar e quando me levantei deu-me um murro no olho/nariz com um cinzeiro na mão até que fiquei inconsciente”, refere.

Até ao momento, não foi possível contactar o proprietário do restaurante.

Nuno Mandeiro