Portugal tem 58 concelhos com incidência do coronavírus SARS-CoV-2 superior a 120 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, mais 18 do que na última sexta-feira.

Segundo os dados hoje divulgados no boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS), dos 58 concelhos com incidência superior a 120 casos por 100 mil habitantes, 18 pertencem à Área Metropolitana de Lisboa (AML).

Dos 18 concelhos da AML, 13 têm mais de 240 casos de covid-19 por 100 mil habitantes, tendo os restantes cinco uma incidência superior a 120 casos.

Os dados da DGS mostram também que o concelho do Porto surge com uma incidência do coronavírus SARS-CoV-2 superior a 120 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, o que não acontecia nas últimas semanas.

Além de Lisboa (438) e Sesimbra (391), que já tinham na semana passada uma incidência entre 240 e 479,9 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias, os concelhos da AML que entra agora para esta lista são Almada (256), Amadora (273), Barreiro (294), Cascais (282), Loures (254), Mafra (290), Moita (324), Odivelas (285), Oeiras (291), Seixal (289) e Sintra (249).

De acordo com a DGS, tal como no boletim anterior não existem concelhos em risco muito elevado, ou seja, com incidência a 14 dias superior a 960 casos por 100 mil habitantes.

Albufeira (494), Constância (496) e Lagoa, nos Açores, (530) entram esta semana para a lista dos concelhos com risco elevado de contágio ao registarem uma incidência acumulada superior a 480 casos por 100 mil habitantes, deixando de estar neste patamar Odemira, que tem agora uma incidência superior a 240 casos.

Dos 58 concelhos, 27 registam um acumulado, nos últimos 14 dias, de mais de 240 casos por cada 100 mil habitantes, enquanto na última sexta-feira eram seis os concelhos que estavam neste patamar, o que significa que entraram para esta incidência mais 21

Os restantes 28 concelhos têm valores entre os 120 e os 239,9 casos por 100 mil habitantes, menos dois do que na semana passada.

Com zero casos nos últimos 14 dias são referidos 43 concelhos, menos 12 em relação ao boletim anterior.

A incidência cumulativa a 14 dias do boletim de hoje refere-se ao período entre 10 de junho e 23 de junho.

Na nota explicativa dos dados por concelhos é referido que a incidência cumulativa "corresponde ao quociente entre o número de novos casos confirmados nos 14 dias anteriores ao momento de análise e a população residente estimada".

Na quinta-feira, o Conselho de Ministros anunciou que a proibição de circulação para dentro ou para fora da Área Metropolitana de Lisboa vai manter-se este fim de semana, entre as 15:00 de hoje e as 06:00 de segunda-feira, salvo as exceções previstas na lei, devido ao aumento de casos de covid-19 nesta zona.

Segundo o Governo, podem entrar e sair da Área Metropolitana as pessoas que tenham um certificado digital ou teste negativo à covid-19.

Na quinta-feira, o Governo também anunciou que Albufeira e Lisboa recuam no plano de desconfinamento e juntam-se a Sesimbra que já se encontrava no nível de risco muito elevado de incidência de covid-19, existindo ainda outros 25 concelhos em risco elevado.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos 3.903.064 vítimas em todo o mundo, resultantes de mais de 179.931.620 casos de infeção diagnosticados oficialmente, segundo o balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 17.081 pessoas e foram confirmados 871.483 casos de infeção, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

/ CE