Os pais dos alunos da EB1 de Bárrio, em Roriz, Barcelos, bloquearam a entrada da escola com troncos de madeira, numa manhã em que as crianças do ensino básico regressam às aulas.

Os encarregados de educação exigem o fim das turmas mistas, ou seja, alunos do 1.º e 2.º anos juntos, e mais rigor no cumprimento das medidas de distanciamento físico.

No exterior, pelas 9 horas, era possível ver troncos de grande porte à entrada da escola, troncos esses que impediam o acesso às instalações. Foram também colocadas várias tarjas, onde se pode ler, por exemplo, "porquê duas crianças a partilhar a mesma mesa quando temos uma sala vazia?".

As imagens foram divulgadas pelo semanário regional Barcelos Popular.

A Escola Primária do Bárrio, em Roriz, está fechada, esta quinta-feira, com troncos colocados nas entradas.

Pais e...

Publicado por Barcelos Popular em  Quinta-feira, 17 de setembro de 2020

A GNR foi chamada ao local e, segundo apurou a TVI, o ambiente esteve sempre "calmo" e manteve-se "extremamente pacífico" até à retirada dos troncos, o que aconteceu pouco depois das 11 horas, numa operação levada a cabo pela Câmara Municipal de Barcelos, Junta de Freguesia de Roriz e Proteção Civil, uma vez que os troncos, devido ao seu peso, só puderam ser removidos com o auxílio de maquinaria.

Os pais e encarregados de educação que se encontravam no local foram identificados pela GNR e a ocorrência vai ser comunicada ao Ministério Público, confirmou, ainda, a TVI.

Nenhuma criança entrou na escola para o início das aulas, apesar de já não haver impedimento, confirmou, ainda, a TVI junto de fonte do estabelecimento escolar.

Um dos encarregados de educação explicou à TVI que o facto de a escola ter optado este ano por turmas mistas está na origem do protesto.

Este ano, para surpresa dos pais, decidiram juntar o primeiro e segundo anos numa turma só e fechar uma sala. Sendo que temos uma sala vazia e uma sala com 22 meninos a partilharem dois a mesma mesa, com uma fita vermelha a separá-los. Como é que eu explico a uma criança de seis anos que tem de manter o distanciamento social, mas vai ter de estar sentado a 30 centímetros do colega", questionou uma das mães.

Fonte da autarquia disse à TVI que a Direção-Geral de Estabelecimentos Escolares (DGEstE) - Direção de Serviços da Região Norte foi "sensibilizada em devido tempo" para esta questão das turmas mistas, uma vez que a homologação das turmas é da sua competência, mas que a resposta foi negativa.

A constituição das turmas cumpriu o disposto no Despacho Normativo (...). Face ao que antecede, por decisão superior, não será considerada a constituição de nova turma na Escola de Bárrio, Roriz, Barcelos", respondeu a DGEstE.

  
Catarina Machado