A chuva forte que se regista, esta quarta-feira, na ilha de São Miguel, nos Açores, já originou cinco inundações em moradias no concelho da Ribeira Grande, situações entretanto resolvidas, adiantou esta tarde à Lusa fonte dos bombeiros.

O comandante dos Bombeiros Voluntários da Ribeira Grande, José Nuno, acrescentou que a corporação "foi chamada hoje para cinco saídas para inundações, três das quais na freguesia da Matriz e duas na vila de Rabo de Peixe".

"Quatro das inundações foram em moradias e uma num quintal de uma habitação, situações devido a problemas nos sistemas de drenagem", explicou.

O Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA) emitiu ao início da tarde de hoje um aviso a alertar para a previsão de chuva forte e trovoadas, condições meteorológicas que se vão manter nas ilhas do grupo oriental e central do arquipélago.

Segundo as previsões do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), o grupo Central (Terceira, São Jorge, Pico, Graciosa e Faial) e o grupo Oriental (São Miguel e Santa Maria) vão estar sob aviso amarelo meteorológico até às 21:00 locais (mais uma hora em Lisboa) de hoje devido às previsões de aguaceiros por vezes fortes e acompanhados de trovoada.

O aviso amarelo é o segundo menos grave de uma escala de quatro e revela situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

A Proteção Civil recomenda que sejam tomadas medidas de autoproteção, nomeadamente manter limpos os sistemas de drenagem, bem como os adjacentes às residências.

Não circular sem necessidade, tendo em conta a eventual formação de lençóis de água ou a erosão dos solos, que pode provocar a queda de muros, taludes, postes, entre outros, são também alertas do SRPCBA.