Um grupo de oito ciclistas libertou, no sábado, uma cadela que se encontrava presa a uma árvore na Serra de Pias, em Valongo. O vídeo do regaste foi divulgado entretanto no Facebook por Nuno Rocha, um dos ciclistas, e, para além de já se ter tornado viral, causou a indignação de muitas pessoas que pedem que seja encontrado o responsável pelo caso.

Foi durante um treino de BTT que os ciclistas da região do Vale de Sousa, que costumam treinar naquela zona, encontraram uma cadela acorrentada, sem qualquer margem para se conseguir mexer, num estado visivelmente debilitado com vários ferimentos graves na zona do pescoço. 

Os atletas rapidamente cortaram a corda que prendia o animal e alimentaram-no com barritas energéticas que traziam consigo. A cadela estava visivelmente esfomeada e em magreza extrema. No entanto, o animal acabou por fugir e os homens não chegaram a levá-lo a um veterinário.

No domingo à tarde, Nuno Rocha voltou a Valongo para procurá-lo. Quando conseguiu localizá-lo, ligou de imediato à equipa cinotécnica dos Bombeiros de Valongo. Após o resgate, efetuado por elementos dos bombeiros, a cadela seguiu para um veterinário, onde foi tratada e medicada.

De acordo com uma publicação no Facebook da equipa cinotécnica dos Bombeiros de Valongo e de Nuno Rocha, a cadela já tem uma nova família que irá acolhê-la. Os elementos da mesma equipa publicaram fotografias dos ferimentos, após ter sido levada para o veterinário.

Dado o estado em que a cadela foi encontrada, os ciclistas acreditam que o animal estaria preso já há vários dias e que só conseguiu sobreviver graças à chuva que se fez sentir naquela zona.