A rotunda junto ao Hospital São Sebastião, em Santa Maria da Feira, passou a exibir um túnel luminoso que, dispondo sobre a relva os tons do arco-íris, simboliza o que a autarquia definiu, este domingo, como "esperança no futuro".

Com a forma de um viaduto em arco, a estrutura instalada junto à unidade de saúde que serve cerca de 350.000 utentes do Norte do distrito de Aveiro é a mesma que, no final de 2019, decorava a entrada de Perlim, o parque temático da Feira dedicado exclusivamente ao imaginário natalício infantil.

Dos portões da Quinta do Castelo para a rotunda do hospital, a mudança de cenário deu-se este sábado à noite por iniciativa da Câmara Municipal da Feira, que, recordando o sucesso do túnel colorido junto de milhares de visitantes do parque natalício, quis recuperar essa "magia" para a atual fase de isolamento social imposta pela pandemia da covid-19.

O arco-íris de Perlim dá agora cor e esperança a todos, de Santa Maria da Feira para o Mundo", dizia a página oficial do parque temático na rede social Facebook.

Contactada pela Lusa, fonte oficial da autarquia explica o objetivo desse novo elemento urbanístico: "Apesar dos tempos dramáticos que se vivem, a Câmara Municipal de Santa Maria da Feira deixa, desta forma simbólica, uma mensagem de alento, alegria e esperança no futuro, para os feirenses, para o país, para o mundo e, especialmente, para os doentes, os seus familiares e os profissionais dos serviços de saúde que, diariamente, entram e saem no Hospital São Sebastião".

A estrutura foi montada por técnicos da empresa ProsLux e, se durante o dia se apresenta como um túnel curvo em sete cores, com 12 metros de comprimento por cinco de largura e de altura, à noite a respetiva iluminação é ativada para maior efeito visual e estético.

A mesma fonte da autarquia revela alguns dados técnicos sobre a peça: envolve 25.200 lâmpadas de tecnologia LED (díodo emissor de luz) e, dessas, 3.600 afetas estão a cada uma das sete cores do arco-íris, sendo que o arco de cada tonalidade é composto por 20 cordões com 12 metros de luz.

Também segundo a Câmara, a referência ao arco-íris recupera assim o símbolo de esperança adotado por Itália quando, na sua luta contra a covid-19, ainda estava longe do seu atual panorama epidemiológico, que este sábado situava esse território mediterrânico como o segundo país do mundo com mais vítimas mortais provocadas pelo novo coronavírus. Registava 19.468 óbitos entre 152.271 casos de infeção, numa estatística só superada pela dos Estados Unidos, com 20.071 vítimas mortais em quase 520.000 contaminados.

Em Santa Maria da Feira, a autarquia contabilizava já na passada quinta-feira seis óbitos e 307 casos de infeção por covid-19 entre os seus mais de 139.300 habitantes. A Direção-Geral da Saúde, contudo, esta manhã ainda registava apenas 265 doentes infetados no mesmo território.

 
/ MM